Eric Clapton – A Incrível História de Vida do Gênio da Guitarra

Conheça a incrível história de vida de Eric Clapton, gênio da guitarra e compositor de músicas de sucesso como Layla e Tears in Heaven. Confira…

Eric Clapton A Incrível História de Vida do Gênio da Guitarra

A Incrível História de Vida de Eric Clapton | Foto: Wikimedia Commons

Eric Clapton – A Incrível História de Vida do Gênio da Guitarra

Eric Clapton. Você provavelmente já ouviu esse nome em algum momento da sua vida. Caso ainda não o conheça – o que acho um tanto quanto improvável – saiba que ele é um dos maiores músicos de todos os tempos.

Eric se destacou no mundo da música não só como um excelente guitarrista, mas também como um ótimo compositor, ao escrever lindas e impactantes canções que hoje são grandes clássicos.

Atualmente com 74 anos, o músico continua se apresentando em shows e festivais nos Estados Unidos.

A infância conturbada de Eric Clapton

Eric Clapton nasceu em 30 de março de 1945, na cidade de Ripley, no Reino Unido. Sua mãe, Patricia Molly Clapton, na época com 15 anos, teve um breve caso com um aviador Canadense, Edward Walter Fryer, que estava no país devido à guerra.

No entanto, a guerra acabou logo depois, e Edward voltou para o Canadá. A família – que morava em uma pequena comunidade rural – tentou esconder a gravidez precoce dos vizinhos.

Assim, seus avós resolveram que seria melhor se Eric fosse criado como filho deles, ou seja, “irmão” da Patricia. Somente com 9 anos de idade, foi que Eric descobriu que sua “irmã” era, na verdade, sua mãe verdadeira.

biografia eric clapton guitarrista

Biografia de Eric Clapton | Foto: Wikimedia Commons

A brilhante carreira musical

Apelidado de Slowhand (mão lenta, em inglês), Eric Clapton foi eleito em 2011, pela revista americana Rolling Stone, como o segundo maior guitarrista de todos os tempos.

Curso de Violão Heitor Castro

Aprenda a tocar violão com esse método fácil desenvolvido pelo Prof. Heitor Castro. Clique na imagem acima para saber mais!

Curso de Violão Online do Heitor Castro

Foi através da banda Cream, que ele formou em 1966, que Eric começou a ter um destaque mais abrangente no mundo da música. Antes disso, ele já havia participado de bandas como John Mayall and the Bluesbreakers, Yardbirds e The Roosters. Em 1970, lançou seu primeiro disco solo.

Durante sua carreira, tornou-se amigo de membros dos Beatles e Rolling Stones e fez diversas parcerias com músicos de renome, como B.B. King, Elton John, Bob Dylan, Roger Waters, Sting, Carlos Santana, dentre muitos outros.

A paixão pela mulher do amigo

Seu amigo George Harrison, integrante dos Beatles, foi parceiro de composição na música “Badge”, do álbum Goodbye da sua banda Cream. De outro lado, Eric participou da música “While My Guitar Gently Weeps”, escrita por George e lançada no White Album dos Beatles.

Essa convivência frequente entre os dois acabou fazendo com que Eric se apaixonasse pela esposa de George, Pattie Boyd. Ele até fez uma música sobre essa paixão proibida, que se tornou mundialmente famosa: Layla.

Algum tempo se passou, e Pattie acabou se separando do beatle George e casando-se com Eric Clapton em 1979. No entanto, devido aos vícios e traições, eles se separaram em 1984. Veja, abaixo, um vídeo com o Eric tocando a famosa música Layla:

A luta contra os vícios

Durante muito tempo, Eric Clapton lutou contra o vício das drogas e do álcool. Viciado em heroína, ele já chegou a gastar algo em torno de R$ 30 mil por semana com substâncias ilícitas.

Com o álcool, ele passou por diversas clínicas de reabilitação para tentar se livrar do vício, mas sem sucesso. Chegou, inclusive, a pensar em suicídio várias vezes, mas nunca concretizou o fato pois se lembrava que depois de morto não poderia beber mais.

Somente em 1991, depois de um trágico acidente com seu filho, foi que ele largou definitivamente os vícios.

A trágica perda do filho

Eric Clapton teve um relacionamento com a modelo italiana Lori Del Santo, do qual nasceu seu filho Conor. Depois do rompimento do casal, o menino foi morar com a mãe em um apartamento em Nova Iorque.

No dia 20 de março de 1991, Eric recebeu a trágica notícia de que seu filho, na época com 4 anos de idade, havia falecido depois de cair pela janela do apartamento, que ficava localizado no 49º andar do prédio.

A notícia chegou como uma bomba na vida de Eric. Mas, surpreendentemente, ao invés de se afundar ainda mais, ele resolveu largar os vícios para honrar o filho. Junto à isso, compôs uma das músicas mais importantes de sua carreira: Tears in Heaven.

Notas finais

Vale ressaltar que nós listamos, aqui neste artigo, apenas alguns dos momentos mais marcantes da vida desse extraordinário músico. Você pode saber mais sobre a biografia de Eric Clapton na Wikipédia e também no seu livro autobiográfico.

Não se esqueça de compartilhar esta incrível história de vida com seus amigos e familiares no Facebook e WhatsApp! 🙂

Veja também:

Deixe um comentário